Ato de sexta vai parar ônibus, escolas e bancos em Teresina

Sindicatos e movimentos sociais convocaram greve geral para esta sexta-feira (28) em ato unificado contra as reformas da Previdência e trabalhista propostas pelo governo de Michel Temer.

No Estado, as manifestações vão se concentrar em Teresina, Picos e Parnaíba.

Em Teresina, um ato unificado está marcado para ocorrer pelas ruas do Centro. A concentração acontece a partir das 8 horas, na praça Rio Branco, passando pela Prefeitura de Teresina, Palácio do Karnak e a sede do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). O ato deve ser finalizado na Praça da Liberdade em frente ao Instituto Federal do Piauí (IFPI).  

Por isso, o trânsito próximo a essas localidades poderá sofrer interferência - como congestionamento e bloqueio de ruas e avenidas. 
O Cidadeverde.com entrou em contato com alguns sindicatos para orientar o internauta. 

Ônibus

O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário do Piauí (Sintetro) informou que os ônibus urbanos de Teresina sairão das garagens normalmente nesta sexta-feira (28), mas terão problema de circular devido o ato bloquear as principais ruas do centro.  

 “Nós do sindicato vamos participar do movimento, mas os ônibus sairão das garagens normalmente. Só que a CUT e as outras entidades já nos informaram que os coletivos que tiverem nas ruas entre 7h e 7h30 serão parados pelo protesto”, esclareceu Fernando Feijão, presidente do Sintetro. 

Bancários também param 

Desde a última quinta-feira(20), o Sindicato dos Bancários do Piauí aprovou em assembleia extraordinária a adesão à greve, por unanimidade. A categoria vai se concentrar no Rio Branco a partir das 9 horas.

Universidades e Escolas 

Os docentes da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e do Instituto Federal do Piauí (IFPI) também vão aderir à greve geral. Além desses, os técnicos do IFPI e da UFPI vão paralisar as atividades na sexta. Alguns estudantes irão participar para fortalecer a manifestação. Por isso, é possível que em muitas turmas não haverá aula. 

Marcelino Fonteles, da Frente Brasil Popular, destacou que a novidade do movimento é a adesão das escolas particulares como Diocesano, CEV, Dom Barreto, dom Bosco. 

“As escolas estão integrando ao ato como ação educativa e cívica contra os desmantes provocados pelas reformas”

Lojas Centro e Shopping

Já o Sindicato dos Lojistas de Teresina confirmou à Coluna Economia & Negócios, do Cidadeverde.com, que as lojas do Centro e dos shoppings funcionarão normalmente nesta sexta-feira (28), dia marcado para a greve geral dos trabalhadores. 

As lojas do centro funcionam das 8h às 18h e as lojas dos shoppings das 10h às 22h. 

Servidores Municipais 

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (Sindserm) irá reforçar a data com a realização de uma Assembleia Geral, a partir de 8h, no Teatro de Arena, centro de Teresina e, a partir das 10h, se juntará ao ato unificado. 

Demais sindicatos 

O sindicatos dos Urbanitários (Chesf, Cepisa, Emgerpi/Cohab, Agespisa e Saae-Campo Maior), dos Previdênciários, da Construção Civil,  Comerciários também decidiram apoiar o movimento.  Além desses, os trabalhadores rurais, o Movimento Sem-Terra (MST) e o INCRA estarão participando do ato contra as reformas, com concentração na Praça Rio Branco.

Comentários

Notícias Relacionadas

Carroceiros fecham Avenida em protesto a projeto 'cavalo de lata'
Strans convoca mototaxistas para renovação de permissão
Governo vai fechar todas as farmácias populares do país por inoperância de qualidade e atendimento
Sefaz divulga ganhadores do 21º Sorteio da Nota Piauiense
Prorrogada campanha de vacinação contra gripe
TV JORNAL DA CIDADE
Untitled Document
Heráclito Fortes é hostilizado por petistas ao chegar a Teresina
Mais Videos

Untitled Document

Por Safira Bengell: Badalações em Teresina e no Rio de Janeiro
O Boato de Enéas Barros
QUEM REALMENTE MANDA NO BRASIL?
Socorro!!!

Untitled Document

Diego Albert Web Desenvolvimento

Mapa do site


Jornal da Cidade 2003-2011 © Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução do conteúdo deste portal desde que citado com fonte.