Custo da cesta básica em Teresina sobe 1,57% no mês de abril

Em abril de 2017, o custo da cesta de alimentos básicos de Teresina foi de R$ 397,30,
uma variação de 1,57% em relação a março, sendo a 13ª mais cara entre as 27 cidades pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Em 12 meses, a variação foi de 5,05% e no primeiro quadrimestre de 2017, de 4,84%.

No mês de abril de 2017, houve elevação do valor médio do tomate (15,09%), café em pó (1,41%), leite integral (1,37%) e da banana (0,14%). O pão francês não apresentou variação. Os demais produtos tiveram retração no preço médio: óleo de soja (-6,05%), feijão carioca (-3,03%), manteiga (-2,75%), açúcar cristal (-2,61%), farinha de mandioca (-1,11%), arroz branco agulhinha (-0,25%) e da carne bovina de primeira (-0,14%).

Nos últimos 12 meses, 10 produtos tiveram alta acumulada de preços: manteiga
(43,90%), café em pó (30,91%), tomate (16,67%), leite integral (15,93%), arroz agulhinha (13,56%), farinha de mandioca (9,70%), açúcar cristal (3,83%), óleo de soja (1,70%), pão francês (0,74%) e a carne bovina de primeira (0,13%). Os demais tiveram retração: feijão carioca (-22,19%), e a banana (-3,40%).

O trabalhador teresinense cuja remuneração equivale ao salário mínimo necessitou
cumprir jornada de trabalho, em abril, de 93 horas e 17 minutos, maior que o tempo necessário em março, de 91 horas e 50 minutos. Em abril de 2016, a jornada ficou em 94 horas e 33 minutos.

Quando se compara o custo da cesta e o salário mínimo líquido, ou seja, após os descontos previdenciários, verifica-se que o trabalhador teresinense, remunerado pelo piso nacional, comprometeu, em abril de 2017, 46,09% dos vencimentos com a cesta. Em março, o percentual exigido era de 45,37%. Já em abril de 2016, o comprometimento foi de 46,72% do salário mínimo líquido.

Cesta básica nacional x salário mínimo
Em abril de 2017, o tempo médio necessário para adquirir os produtos da cesta básica foi de 93 horas e 17 minutos, maior que o de março, 90 horas e 33 minutos. Em abril de 2016, o tempo era de 96 horas e 26 minutos.

Quando se compara o custo da cesta e o salário mínimo líquido, ou seja, após o desconto referente à Previdência Social, verifica-se que o trabalhador remunerado pelo piso nacional comprometeu, em abril, 46,09% do salário mínimo para adquirir os mesmos produtos que, em março, demandavam 44,74%. Em abril de 2016, o percentual foi de 47,64%.

Salário Mínimo Necessário
Com base na cesta mais cara, que, em abril, foi a de Porto Alegre, e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o DIEESE estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário. Em abril de 2017, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 3.899,66, ou 4,16 vezes o mínimo de R$ 937,00. Em março de 2017, o piso mínimo necessário correspondeu a R$ 3.673,09, ou 3,92 vezes o mínimo vigente. Em abril de 2016, o salário mínimo necessário foi de R$ 3.716,77, ou 4,22 vezes o piso vigente, que equivalia a R$ 880,00.

Fonte: Com informações da Ascom/DIEESE

Comentários

Notícias Relacionadas

Carroceiros fecham Avenida em protesto a projeto 'cavalo de lata'
Strans convoca mototaxistas para renovação de permissão
Governo vai fechar todas as farmácias populares do país por inoperância de qualidade e atendimento
Sefaz divulga ganhadores do 21º Sorteio da Nota Piauiense
Prorrogada campanha de vacinação contra gripe
TV JORNAL DA CIDADE
Untitled Document
Heráclito Fortes é hostilizado por petistas ao chegar a Teresina
Mais Videos

Untitled Document

Por Safira Bengell: Badalações em Teresina e no Rio de Janeiro
O Boato de Enéas Barros
QUEM REALMENTE MANDA NO BRASIL?
Socorro!!!

Untitled Document

Diego Albert Web Desenvolvimento

Mapa do site


Jornal da Cidade 2003-2011 © Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução do conteúdo deste portal desde que citado com fonte.