Setre realiza edição especial da Feira de Economia Solidária

O Dia das Mães, comemorado no segundo domingo do mês de maio, além de uma data em homenagem as mães, é tradicionalmente conhecida como um período de aquecimento no comércio. Desta forma a Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre) promoverá nos dias 10, 11 e 12 de maio, no Centro Administrativo, uma edição especial da Feira de Economia Solidária, votada especialmente para o Dia das Mães.

A Feira de Economia Solidária é realizada mensalmente pela Setre e tem se tornado uma oportunidade para comprar presentes, os quais são produzidos pelos artesãos de Teresina e outras cidades do interior do Piauí, que estejam inscritos no programa da Setre. Os produtos são comercializados a preços populares, com qualidade e variedade de itens como flores, vasos, quadros, panos de prato, utensílios para casa, objetos de decorações, bolsas, bijuterias, crochê, roupas e artesanatos em geral.

De acordo com Laércio Maia, Diretor de Empreendedorismo e Cooperativismo da Setre, a ideia dessa edição especial do dia das mães é oferecer produtos de qualidades e com preços acessíveis. “O mês de maio é tradicionalmente um mês que o número de vendas aumentam em todos os setores do comércio, então pensamos nessa edição especial, com produtos voltados para aquela que é a pessoa mais importante em nossas vidas, as mamães. São produtos artesanais, com preços acessíveis, únicos e especiais, vale a pena vir, conferir e comprar”, destacou Laércio.

A economia solidária vem cada dia mais ganhando espaço no cenário econômico atual, de acordo com Gessivaldo Isaías, Secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, é um forma de economia democrática. "A economia solidária é mais participativa, justa e democrática. O que estamos fazendo é um projeto piloto que pode ser copiado e estimulado por outros órgãos, prefeituras e até mesmo pela iniciativa privada. Um feira como essas tem baixo custo e gera renda para as famílias que participam", finaliza o secretário. 

Esse tipo de economia busca o talento individual de cada pessoa que queira viver da produção da sua arte, visando tornar isso uma fonte de renda. Durante o ano o programa realiza de 10 a 12 Feiras para comercializar tais produtos, sejam eles produzidos individualmente, ou em grupo. Em 2016 foram arrecadados mais de R$ 200 mil, o que segundo a Secretaria, mostra que não houve grande queda no setor da Economia Solidária, que segue estável.

Ascom Setre

Comentários

Notícias Relacionadas

Carroceiros fecham Avenida em protesto a projeto 'cavalo de lata'
Strans convoca mototaxistas para renovação de permissão
Governo vai fechar todas as farmácias populares do país por inoperância de qualidade e atendimento
Sefaz divulga ganhadores do 21º Sorteio da Nota Piauiense
Prorrogada campanha de vacinação contra gripe
TV JORNAL DA CIDADE
Untitled Document
Heráclito Fortes é hostilizado por petistas ao chegar a Teresina
Mais Videos

Untitled Document

Por Safira Bengell: Badalações em Teresina e no Rio de Janeiro
O Boato de Enéas Barros
QUEM REALMENTE MANDA NO BRASIL?
Socorro!!!

Untitled Document

Diego Albert Web Desenvolvimento

Mapa do site


Jornal da Cidade 2003-2011 © Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução do conteúdo deste portal desde que citado com fonte.