Festival de Inverno de Pedro II é recorde de público e exploração


Muita gente, muito dinheiro e muita exploração

Muita gente que se aventurou participar do “famoso” Festival de Inverno de Pedro II, em 2017, está triste ou arrependido pela exploração que campeia no município. Sem estrutura para o tamanho do evento, a cidade é obrigada a acomodar o turista em casas particulares, visto que a rede hoteleira é insuficiente para a demanda.

É aí que está a exploração. Uma casinha simples com apenas um banheiro e no máximo dois dormitórios não sai por menos de R$1.200 por quatro dias de aluguel. Para muitos pedrosegundenses, esta é a hora de sair do sufoco e ganhar um extra por conta do Festival.

Muitos esperam um ano para faturar por conta desse Festival que não apresenta maiores atrativos fora os artistas que se exibem à custa dos cofres públicos. Tudo nesse período é demasiadamente superfaturado na cidade. Uma cerveja em qualquer botequim custa mais de R$ 10,00 fora a comissão do garçom.

METENDO A MÃO

Por conta de tanta exploração, muita gente já está de volta para casa. Estimado em 40 mil pessoas em trânsito na cidade de Pedro II, a 206 km ao Norte de Teresina, o que seria atração turística se perde pela desorganização, exploração e precariedade receptiva. Tudo nessa época fica mais caro. As panificadoras majoram os preços em até 50% do valor de mercado.

Carne, frutas, quentinhas (comida no quilo), artesanato e outros itens ficam a perder de vista, numa clara demonstração de exploração exacerbada e aviltante. À noite, durante as apresentações artísticas, a multidão comprimida na Praça da Bonelli, centro da cidade, o comerciante mete literalmente a mão no bolso do desavisado turista.

Entre confusão e desespero, uma mesa com quatro cadeiras na frente dos botecos para quem se dispõe sentar-se para não ver nada, é obrigado pagar R$ 50,00 e ficar preso à multidão incontida e agressiva. Durante o dia, a programação se restringe apenas ir ao Morro do Gritador, devastado pela ação dos vândalos e do tempo, praças e casa de amigos se quiser mais empolgação.

Muita gente ouvida pela reportagem do Jornal da Cidade foi clara ao afirmar que como está, jamais retornará a Pedro II para o Festival de Inverno para ser explorada.

 

Vilson Santos
ESPECIAL PARA O JORNAL DA CIDADE

Comentários

Notícias Relacionadas

Cavalo de LATA: Câmara discute em audiência pública projeto que proíbe uso de animais em carroças
Presidente da APPM responde a jornal e afirma que não tem força nem poder para coagir o TCE
Justiça bloqueia 885 mil da conta da Prefeitura de Timon
Firmino vai a ministério em busca de recursos para drenagem
FMS conclama pais a vacinarem crianças contra gripe
TV JORNAL DA CIDADE
Untitled Document
Heráclito Fortes é hostilizado por petistas ao chegar a Teresina
Mais Videos

Untitled Document

Por Safira Bengell: Badalações em Teresina e no Rio de Janeiro
O Boato de Enéas Barros
QUEM REALMENTE MANDA NO BRASIL?
Socorro!!!

Untitled Document

Diego Albert Web Desenvolvimento

Mapa do site


Jornal da Cidade 2003-2011 © Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução do conteúdo deste portal desde que citado com fonte.