Fachin já analisa se partes devem se manifestar antes em denúncia da PGR

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, já analisa a necessidade de ouvir ou não as partes, antes do envio à Câmara dos Deputados, na denúncia que será apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra Michel Temer.

Na semana passada, o relator conversou com colegas do STF sobre como eles interpretam o regimento interno e a legislação no que diz respeito ao envio da denúncia e à necessidade ou não de ouvir as partes.

Fachin pode decidir ouvir as partes - Michel Temer e Ministério Público- em uma espécie de manifestação final antes de enviar a denúncia aos deputados.

O relator, no entanto, ainda analisa a questão e não bateu o martelo sobre isso.  Quer, segundo auxiliares,  "sentir a temperatura do tribunal" antes de decidir.

Após Rodrigo Janot apresentar a peça ao STF, é a corte que envia à Câmara. Temer quer pressa na análise da denúncia pelos deputados e precisa de 172 votos para rejeitá-la.

Temer pediu a Rodrigo Maia, presidente da Câmara, que resolva a questão ainda no primeiro semestre, em julho.

Mas se Facin decidir ouvir as partes antes de enviar a denúncia à Câmara , os planos do governo Temer devem atrasar.

 

G1

Comentários

Notícias Relacionadas

MEC divulga nesta segunda-feira nova lista de aprovados no Prouni do 2º semestre
Criadores de cabras e ovelhas terão novas regras de crédito; saiba mais
Reforma trabalhista: comissão do Senado rejeita parecer favorável ao texto
Fachin já analisa se partes devem se manifestar antes em denúncia da PGR
Relator Marco Aurélio Mello vota no STF a favor da liberdade para irmã de Aécio
TV JORNAL DA CIDADE
Untitled Document
Heráclito Fortes é hostilizado por petistas ao chegar a Teresina
Mais Videos

Untitled Document

Por Safira Bengell: Badalações em Teresina e no Rio de Janeiro
O Boato de Enéas Barros
QUEM REALMENTE MANDA NO BRASIL?
Socorro!!!

Untitled Document

Diego Albert Web Desenvolvimento

Mapa do site


Jornal da Cidade 2003-2011 © Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução do conteúdo deste portal desde que citado com fonte.