Em nome de Deus, entidades faturam com passeatas de fiéis
 
Fazenda da Paz, a primeira a faturar

 
Caminhada da Fraternidade, e que fraternidade!

 
Os adereços da multiplicação dos pães

 

Organizadores satisfeitos com arrecadação

A famigerada caminhada pelas ruas e avenidas de Teresina, em 2017, em nome de Deus, está com seu calendário concluído e resultados satisfatórios depositados nos bancos. Com o pretexto de ajudar instituições de caridade, creches e demais órgãos responsáveis pelo tratamento de humanos carentes, entidades ligadas à igreja e similares realizam anualmente, caminhadas com milhares de incautos que pagam para desfilar cidade acima e abaixo.

Segundo seus organizadores, a intensão é "salvar o povo de Deus do pecado". Com isso, arrecada milhares de real e passar o restante do ano sem problemas financeiros. Dizem, estes, que parte do que arrecadam é para distribuição a asilos, abrigos, hospitais, casas de caridade e pastorais. De fato isto acontece. Só que em pequena quantidade.

Na há uma prestação de contas do apurado, muito menos uma satisfação pública do que é feito com o restante do dinheiro arrecadado com a venda de camisetas, bonés, lenços, água e demais penduricalhos. Para uma boa demonstração de lisura, seria necessário apresentar o que arrecadaram e a despesa. Mas nada disso é considerado ou executado às claras.

AS CAMINHADAS

A primeira instituição a faturar com a caminhada em abril deste ano, foi a Fazenda da Paz, comunidade terapêutica que abriga dependentes químicos e realiza tratamento com foco na disciplina. Não se tem notícia da ajuda às demais entidades e nem apresentou o quanto faturou e gastou. Os kits para participar da caminhada incluiam vela, suporte para vela, lenço e leque, pelo valor de R$ 5,00, além da aquisição das camisas ao preço de R$ 20,00.

Nesse caso, o dinheiro arrecadado fica todo para a entidade, cujos recursos são investidos na estrutura do evento. Com o foco na arrecadação, os organizadores garantem que esse é um momento de unir esforços visando o grande dia porque todas as atenções se voltam para Cristo. Esse dia é o ápice do ano litúrgico. É o aniversário do triunfo de Cristo. O acontecimento mais importante da humanidade: a redenção e libertação do pecado da humanidade pelo Filho de Deus. E contando a grana!

MAIS CAMINHADA

A seguir, a maior delas, a Caminhada da Fraternidade, encabeçada pela igreja católica, realizada no dia 11 de junho de 2017, com mais de 200 mil pessoas engordando as contas da igreja em nome de Jesus Cristo e fiéis desavisados. A arrecadação com a venda de kits no valor de R$ 25,00 também não foi apresentada. Compunha o kit uma camiseta, boné e mochila. Some-se esse valor ao número de voluntários. A arrecadação desse evento teria a mesma finalidade: ajudar instituições carentes.

Por fim, a chamada Marcha Para Jesus, agora na sua na 16ª edição. Com o tema "Justiça e Fé", os organizadores reuniram mais de 150 mil pessoas no evento. Com o mesmo propósito das demais, o valor arrecadado não foi divulgado e os kits vendidos ao preço de R$ 15,00 não tiveram endereçamento. O presidente da Aliança de Pastores de Teresina Manasses Patrício, um dos organizadores da Marcha Para Jesus, disse que o tema deste ano trata-se de uma necessidade do país. O evento também pediu fim da corrupção.

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Será que para fazer as pazes com Deus é preciso pagar? É preciso rechear as contas dos seus organizadores? Quem quer uma conversa com Deus, basta se dirigir a ele sem intermidiários gananciosos. Que é válido atitudes como estas, não resta dúvidas. Mas com o dinheiro dos outros, fica mais fácil.

 

Vilson Santos
ESPECIAL PARA O JORNAL DA CIDADE

Comentários

Notícias Relacionadas

Piauí é um dos estados que desviou fundo de previdência
Vara Agrária consegue resolver 85% dos casos de grilagem de terras no Piauí
Obra da BR-222 é iniciada após 15 anos de espera com a presença de vários deputados
Estado do Piauí detecta casos de dengue em 102 municípios. Seis cidades estão em sinal de alarme
Interpi participa de audiência pública de regularização fundiária
TV JORNAL DA CIDADE
Untitled Document
Heráclito Fortes é hostilizado por petistas ao chegar a Teresina
Mais Videos

Untitled Document

Por Safira Bengell: Badalações em Teresina e no Rio de Janeiro
O Boato de Enéas Barros
QUEM REALMENTE MANDA NO BRASIL?
Socorro!!!

Untitled Document

Diego Albert Web Desenvolvimento

Mapa do site


Jornal da Cidade 2003-2011 © Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução do conteúdo deste portal desde que citado com fonte.