Últimas
  Jogos da seleção mascaram os problemas do país de picaretas // Bagunçado // Delegado diz que roubo foi arquitetado por alguém da Igreja do Padre Tony // Quem faltar durante Copa terá salário descontado // Ladrões roubam a grana da Caminhada da Fraternidade //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Rio: o caminho mais curto entre a morte e o cemitério

Só as cápsulas não são perdidas no inferno carioca

Quem está desgostoso com a vida e não quer mais viver, é só ir ao Rio de Janeiro que terá essa agonia antecipada. Como se não bastasse a bandidagem matando, assaltando e fazendo o quem bem quer, ainda soma a favor da violência exacerbada, a febre amarela e os políticos inescrupulosos. 

O número de mortes por bala perdida já supera os caso por acidentes automobilísticos, infartos, erros médicos e passionais. O Rio de Janeiro é mesmo o lugar mais propício para quem quer morrer, mesmo contra vontade própria.

A cidade Maravilhosa se transformou em “Cidade Mais Perigosa”, com todos os méritos para a bandidagem política e traficantes. Faltam critério e vergonha na cara das chamadas autoridades em todos os níveis hierárquicos. É ladrão  roubando político, político roubando ladrão, e o pau comendo em todas as instâncias, não é mesmo ministro Gilmar Mendes?

O estado, geograficamente, é abençoado por Deus por suas belezas naturais, mas o Diabo é quem governa. Quer viver? – afaste-se do Rio de Janeiro.  Não quer ser assaltado? Afaste-se do Rio de Janeiro. Olha a bala perdida ai, gente! 

Bando assalta a todo instante nas ruas do Rio

 
Assaltos à vista de todos, inclusive das "autoridades fajutas"

ROTINA SEMPRE

Em pleno carnaval, os bairros nobres do Leblon e Ipanema, da Zona Sul do Rio, têm vivido momentos de alegria, mas também de terror durante o carnaval 2018. Quando chega a noite, criminosos agem livremente e apavoram moradores e turistas, apesar da promessa do governador de reforço na segurança pública durante a folia.

Desde a noite de sábado (9), cenas de violência são rotina na região. Somente entre a noite deste domingo (11) e a madrugada desta segunda-feira (12), ao menos oito pessoas foram vítimas de assaltos, alguns violentos. Turistas chegaram a ser vítimas de arrastão em frente a um dos hotéis mais luxuosos da cidade.

Em Copacabana, um policial civil foi roubado e espancado e, além disso, uma troca de tiros na Avenida Afrânio de Melo Franco, no Leblon, terminou com policiais e um suspeito baleados.

“Eu quero ir embora. Me ajuda, moça, por favor. Vieram, tipo, 50 meninos... arrancaram minhas pulseiras”, contou, em tom de desespero, a turista brasiliense Luiza Eng momentos depois de ter sido assaltada na Avenida Vieira Souto, um dos endereços mais nobres da Zona Sul carioca.

Eram 5h quando Luiza e um grupo de amigos foram cercados por marginais em frente ao Hotel Fasano, hotel famoso por hospedar grandes celebridades internacionais e um dos mais luxuosos da cidade.

O caso ocorreu no mesmo instante em que uma equipe de reportagem da Globo passava pelo local. O cinegrafista Evandro Cardoso flagrou o momento do assalto. A lembrança do carnaval no Rio para o turista espanhol Nicolas Ctambolsky também vai ser de uma noite de medo. “Isso é lá lugar, uma porra dessas”!  - Com todo respeito aos bons cariocas.

 

Vilson Santos
DA EDITORIA

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com