Últimas
  Rodrigo Martins desiste de reeleição com medo de morrer // Candidatos ao governo não mostram preparo político // Sem remédios, doentes de câncer do Piauí vão morrer // Presos traficantes com drogas em sítio de luxo // Candidatos ao Senado no Piauí brigam por derrota //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Maioria dos presos por roubo não tem ensino médio

Problemas em casa e falta de estudo são atributos para delinquência

Foi divulgada na manhã desta segunda-feira (09) o resultado de uma pesquisa que traça o perfil dos condenados por crimes violentos contra o patrimônio e a pessoa. O estudo foi desenvolvido em parceria do Tribunal de Justiça do Piauí, por meio da Vara de Execuções Penais, com o Instituto Camilo Filho e teve o objetivo de analisar as motivações que levam uma pessoa a entrar para o mundo da criminalidade.

De acordo com os dados apresentados, os principais motivos relatados pelos entrevistados foi problemas com o álcool, com as drogas, o desejo de conseguirem dinheiro de forma rápido e fácil para adquirir bens considerados inalcançáveis, além da situação familiar de violência e pobreza e a necessidade de sustento da família.

Sobre o perfil dos apenados, a grande maioria dos presos que cumprem pena por roubo no Piauí são jovens entre 22 e 25 anos, que possuem renda familiar de até dois salários mínimos e não concluiu nem o Ensino Fundamental. A pesquisa foi feita entre os meses de maio a agosto de 2017, por meio da aplicação de questionários a condenados por crime contra o patrimônio público e privado que cumprem pena em regime aberto ou liberdade condicional.


Os dados foram divulgados na manhã de hoje no Tribunal de Justiça do Estado (Foto: Geici Mello/O Dia)

Faixa etária

Dos presos entrevistados durante a pesquisa, 16 tinham menos de 30 anos na data da condenação, sendo bem mais novos quando cometeram o delito. Seis condenados tinham entre 31 e 35 anos, três tinham entre 36 e 40 anos e apenas dois tinham mais de 40 anos.

Renda

O fator renda também é um dos impulsionadores da violência, sobretudo dos crimes de roubo. Segundo a pesquisa do TJ com o ICF, 11 presos declararam que tinham renda familiar menor que um salário mínimo, 13 tinham entre um e dois salários mínimos, três possuíam família com renda entre três e quatro salários mínimos e nenhum afirmou que ter renda familiar de mais de quatro salários.

Desestrutura familiar

A precariedade das relações familiares também entra como um dos principais fatores que motivam a entrada o mundo do crime, segundo o levantamento. Desde experiências traumáticas na infância, até o exemplo negativo de pais e educadores, a falta de base sólida acaba por minar o futuro de muitos jovens.

Um dos estudantes que participou das entrevistas, Sonival Mendes, comenta: “entrevistamos uma moça que morava em um prostíbulo e foi viver com a avó, mas acabou fugindo de casa e foi para as ruas. Ela ingressou no mundo do crime e disse que usava drogas para encorajá-la e dar sensação de poder para cometer os delitos, bem como para fugir da realidade”, relara o estudante.

Para o titular da Vara de Execuções Penais, juiz Luiz Vidal de Freitas, o estudo mostrou um caminho para apontar caminhos para o sistema carcerário que fujam do achismo. O magistrado acredita que, ao dar oportunidade de os presos falarem, é possível compreender as causas mais concretas da entrada no mundo do crime. “Nós precisamos de dados, de base para compreender esse problema da criminalidade e que fuja, antes de tudo, do pré-julgamento. É ir atrás das causas e buscar fórmulas para solucionar o problema”, declara Vidal de Freitas.

Portal O DIA




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com