Últimas
  Wellington Dias vai falar com Bolsonaro para pedir ajuda // Governador diz que tem planos pagar salários // A lição de Mandela // Senado ignora Bolsonaro e dá reajuste ao Judiciário // Setrans mantém vício para superfaturar obras públicas //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Misturando tudo

Governador W. Dias ao lado do secretário de Fazenda, Rafael Fonteles

Há dias que espero que a mídia mude desse assunto do meio empréstimo desviado desse desgoverno do Piauí, mas ele insiste em se manter em evidência na mídia pela total incapacidade dos mandatários de criar fatos novos que venham a redirecionar os holofotes da mídia.

Infelizmente não tem fato novo e nem alvissareiro que possa nos animar a falar de outra coisa e já que é assim, então lá vai.

Quando você vai a uma entidade bancária buscar recursos é comum o leigo dizer que “vai pedir um empréstimo”, mas o correto é dizer que vai propor um negócio e o banqueiro, por sua vez, precisa ser convencido de que é um bom negócio para ele e os envolvidos no processo.

O que mais me chama a atenção nesse fato é que o governador(?) foi bancário e sabe muito bem que o que banqueiro menos gosta é de desvio de finalidade em empréstimo e quando a proposta é apresentada, é escrito para que o dinheiro será usado, pois esse será um dos argumentos de quem vai “defender” a proposta perante os superiores.

E assim foi feito, a Caixa acreditou nas promessas que foram apresentadas como proposta e concedeu a primeira parte do empréstimo, condicionando à apresentação da comprovação do início das obras para liberar a segunda e última parcela.

Parece que, confiando de que iria encontrar técnicos do mesmo nível de competência que o dele, tentou “engabelar” os colegas apresentando uma prestação de contas cheia de inconsistências, para usar um termo técnico suave e isso não passou pelo crivo dos analistas.

Agora o impasse está formado e a cada dia que passa piora, pois o tempo vai passando e vamos sabendo de mais coisa, chegando hoje ao ponto de correligionários do governador estelionatário — é assim que chamamos quem tenta enganar — estão sugerindo que, em retaliação, o Estado retire a folha de pagamento da Caixa. Estão misturando tudo.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com