Últimas
  Jogos da seleção mascaram os problemas do país de picaretas // Bagunçado // Delegado diz que roubo foi arquitetado por alguém da Igreja do Padre Tony // Quem faltar durante Copa terá salário descontado // Ladrões roubam a grana da Caminhada da Fraternidade //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Piauí fica triste: Morre em Teresina o cantor My Brother

My Brother entre a vida e a morte pede orações aos amigos

Morreu por volta das 11h00 deste domingo (10), em Teresina, o cantor e compositor Jone Lopes, mais conhecido como My Brother. Ele lutava contra um câncer no fígado. Nas redes sociais, vários seguimentos do meio artístico lamentaram a perda. A Secretaria de Cultura emitiu nota onde afirma que o cantor se apresentou inúmeras vezes no Projeto Boca da Noite.

My Brother era carioca e morava no Piauí há 30 anos. Ele foi intérprete do hino do presidente Figueiredo e participou do 1º vinil em homenagem aos 30 anos de Brasília. Em 2015, o artista recebeu o título de cidadão teresinense.

O grande cantor e compositor My Brother, muitíssimo conhecido dos piauiense estava internado em um dos leitos da enfermaria do Hospital do Monte Castelo, em Teresina. Ele foi diagnosticado há mais de um ano e ficou internado no Hospital São Marcos mas a sua doebça não regrediu.

Debilitado pela doença, ficou afastado dos palcos e se recolheu à sua casa para tratamento, mas aos poucos o quadro foi se agravando, fazendo com que se ausentasse das ruas e do convívio dos amigos que sempre buscava para conversar.

O cantor foi uma das atrações da musicalidade piauiense durante décadas, vencendo, inclusive, vários concursos de música na capital. Carioca da gema, My Brother chegou ao Piauí nos anos 90, para buscar a sorte como cantor e compositor, iniciando como crooner de bandas.

O Jornal da Cidade lamenta a morte do artista e se solidariza ao sentimento da família.

My Brother se destacava pela elegância no vestir e pela voz aveludada. Logo foi notado pela mídia que o consagrou como “Boêmio da Verdecap”. O artista, além de ter cantado inúmeras canções de nomes consagrados da MPB do Rok e outros ritmos, ele ainda cantou músicas autorias. Ele levava para os palcos a simplicidades e o profissionalismo.

Uma das canções de autoria de My Brother é a música intitulada de “Mais cedo ou mais tarde”, essa canção levou ao delírio os fãs do cantor. Com mais de 40 anos de carreira, o músico sempre revelava aos amigos que estava precisando de ajuda e mais amor e gentileza.

“Além do amor, o que observo no mundo me serviu de inspiração para compor. O mundo está precisando muito de amor, educação e gentileza e sem amor nada vale”, afirmou. Separado da esposa, My Brother estava vivendo de favor dos amigos e se sentia abandonado por todos. Não fazia mais shows e vivia em um cubículo alugado pelos amigos numa quitinete no antigo Hotel Poty, na saída da ponte Juscelino Kubitscheck, zona Leste.

Os amigos estão muito tristes com a sua morte e se organizam para prestar homenagens ao guerreiro que se tornou símbolo da musicalidade piauiense.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com