Últimas
  Candidatos ao governo mostram despreparo e incompetência // Sem remédios, doentes de câncer do Piauí vão morrer // Presos traficantes com drogas em sítio de luxo // Candidatos ao Senado no Piauí brigam por derrota // Professores não confiam nas promessas de W. Dias //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Consumidor é condenado a pagar mais caro conta de luz

A corda só quebra do lado mais fraco

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou mais um reajuste do ano no valor  de 45,52% na receita anual de geração de 69 usinas hidrelétricas que atuam no regime de cotas. A medida vai provocar aumento nas contas de luz entre 0,02% e 3,86%, segundo a Aneel. O impacto médio será de 1,54%.

O impacto na conta de luz depende da data do reajuste aprovado pela Aneel e da quantidade de cotas (volume de energia) que cada distribuidora compra das hidrelétricas. O volume de cotas de cada distribuidora representa, em média, 22,64% dos contratos de energia das concessões. A remuneração total recebida pelas usinas, de julho de 2018 a junho de 2019, será de R$ 7,944 bilhões.

Segundo a Aneel, a receita anual de geração é calculada considerando os valores do Custo da Gestão dos Ativos de Geração (GAG), acrescidos de encargos de uso e conexão, receita adicional por remuneração de investimentos em melhorias de pequeno e grande porte, investimentos em bens não reversíveis, Taxa de Fiscalização dos Serviços de Energia Elétrica, custos associados aos programas de Pesquisa e Desenvolvimento e Eficiência Energética e eventuais ajustes.

O regime de cotas foi implantado por meio da Medida Provisória nº 579 de 2012, com renovação automática das concessões de usinas hidrelétricas. Para isso, as hidrelétricas tiveram que vender energia às distribuidoras por um preço fixo, determinado pela Aneel, ao contrário de firmarem preços conforme o mercado e as realidades das instituições.

Essa despesa a mais no bolso do consumidor foi aprovada pelos desocupados parlamentares que não sabem quanto deveriam pagar pela conta de energia elétrica, pois tudo é pago pelo contribuinte lesado e vilipendiado por uma corja de vagabundos engravatados e togados. Está chegando a hora de dar o troco a esses covardes ladrões do seu dinheiro.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com