Últimas
  Wellington Dias vai falar com Bolsonaro para pedir ajuda // Governador diz que tem planos pagar salários // A lição de Mandela // Senado ignora Bolsonaro e dá reajuste ao Judiciário // Setrans mantém vício para superfaturar obras públicas //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
FMS vira comitê político e Sílvio pede para ir embora

Presidente da FMS não concorda com politicagem no órgão

O candidato ao Senado pelo PSL de Bolsonaro, ex-vereador de Teresina Antônio José Lira, disse hoje, durante programa de televisão local, que o ex-prefeito e ainda presidente da FMS – Fundação Municipal de Saúde, Sílvio Mendes, deixou a direção do órgão por não concordar com o prefeito Firmino Filho (PSDB), de transformar a instituição em escritório político para eleger a sua esposa a deputada estadual e Luciano Nunes ao governo do estado.

De acordo com o candidato José Lira, “na FMS não se faz outra coisa a não ser trabalhar pela eleição dos pares. Tudo agora é eleição, e assim não dá. Até o Silvio Mendes “abriu” do cargo por não compactuar com o abuso”, disse Lira. O prefeito de Teresina Firmino Filho disse que não aceita a decisão de Sílvio Mendes e que não o considera demissionário.

Após deixar o cargo, Sílvio Mendes viajou e não disse para onde iria. Os servidores da FMS assumiram o controle do órgão e afirmaram que a ausência de Silvio Mendes em nada mudaria, pois ele não fará falta. O gesto deixa uma insatisfação na cúpula do PSDB e poderá causar estragos na re4ta final da campanha eleitoral, pois além de ter muitos votos, Sílvio é um puxador de votos.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com