Últimas
  Governadores querem posicionamento de Bolsonaro sobre armas // Mais um golpe contra o consumidor: luz mais cara // Mais um morto na rodovia da morte na Br-135 no PI // Prefeito de Campo Maior atrasa pagamento de vereadores // Grupo VemArt apresanta espet├ículo em Teresina //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Nada mudou

Quando eu era menino aqui em nossa quente Teresina, tínhamos um amigo da família que atendia pelo prenome de Marcelo, também conhecido pelos mais íntimos como “Marcelov”. Era representante comercial e como tal muito popular entre os comerciantes e reconhecido por todos como comunista.

Seu apelido fazia referência ao homônimo russo, na época o maior símbolo de país comunista, seguido de Cuba e que nos mapas aparecia como URRS — União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

Na época, a comunicação mundial não era muito fácil para nós, os veículos mais populares eram o Rádio Amador e a Radional, esta funcionava na parte inferior do hoje, Luxor Hotel, de frente para o atual estacionamento e para o lado da Igreja de Nossa Senhora do Amparo, de onde podíamos falar por telefone com outras cidades. Mas era uma dificuldade...

As emissoras de rádio mais famosas no nordeste eram a Rádio Jornal do Comércio, em Recife e a Rádio Sociedade da Bahia, em Salvador, mas existia uma que era muito ouvida por aqui, que era a Voz da América que tinha uma programação para o Brasil das 19:00h às 20:00h, diariamente.

O Marcelo, sempre que podia e até para conduzir a conversa para o lado que lhe interessava, fazia questão de dizer que o Comunismo é que era o regime ideal, que era muito melhor que a Democracia e que as pessoas dos países que adotaram esse regime eram mais felizes.

A única coisa que o desestabilizava era a pergunta: Por que você não vai morar lá?

Trazendo o assunto para os dias de hoje, mesmo passados mais de 50 anos, parece que nada, absolutamente nada mudou. De todos os comunistas que se dizem perseguidos ainda não vi um externar que vai morar em Cuba, na Venezuela ou mesmo na Rússia. Só escolhem Paris, às vezes Espanha, Estados Unidos, mas ninguém quer morar em ditadura. É... parece que nada mudou.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com