Últimas
  Veja isto... // Deputada denuncia que Uespi está sucateada e sem professores // Povo faz doação a procurador que ganha pouco // Começam a rolar cabeças pelo fracasso do trânsito // Morre, aos 67 anos, o cantor português Roberto Leal //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
7 a 0 trazem lembranças da Alemanha

Será que não vai faltar gols quando precisar?

O time do Tite, que representa o Brasil na Copa América 2019, passou por cima de Honduras no último amistoso preparatório no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, neste domingo: 7 a 0. Com o desfalque de Neymar, a equipe aproveitou a fragilidade do adversário e aplicou a maior goleada sob o comando de Tite, com uma exibição convincente que encerra a preparação para o torneio continental.

O dublê de jogador Gabriel Jesus (duas vezes), Thiago Silva, Philippe Coutinho, David Neres, Roberto Firmino e Richarlison marcaram os gols. A seleção estreia na Copa na próxima sexta-feira, dia 14, às 21h30 (horário de Brasília), no estádio do Morumbi, contra a Bolívia.

Avassaladora, a seleção brasileira não deu chances para os hondurenhos desde o primeiro tempo e gastou quase todos os seus gols antes da necessidade. Com cinco minutos de jogo, Richarlison e Daniel Alves tabelaram pela direita e o lateral cruzou para Gabriel Jesus, na segunda trave, cabecear no contrapé do goleiro Lopez.

O auxiliar havia marcado impedimento, mas o árbitro corrigiu a marcação validando o gol com ajuda do VAR. Pouco tempo depois, Philippe Coutinho cobrou escanteio e Thiago Silva chegou desviando para ampliar o placar. Honduras ficou mais fragilizada quando Quioto foi expulso após entrada de carrinho dura em Arthur; o volante, inclusive, precisou ser substituído na partida.

Muito superior, os brasileiros chegaram ao terceiro gol com Coutinho convertendo pênalti sofrido por Richarlison. O meia do Barcelona ainda acertou a trave duas vezes em jogadas que poderiam ter esticado ainda mais o placar na primeira etapa.

O ímpeto ofensivo brasileiro somado à incapacidade hondurenha continuou ditando o ritmo da partida no segundo tempo. Em 10 minutos, Jesus já havia marcado outro e David Neres, após arrancada pela esquerda, feito o quinto. Firmino entrou no lugar de Gabriel e, depois de receber de Neres, ampliou para 6 a 0 com um toque por cima do goleiro Lopez.

Richarlison, que jogou os 90 minutos, fechou o placar aos 25 minutos concluindo cruzamento de Everton, que entrou no lugar de Coutinho, pela esquerda. Os minutos finais foram tratados como jogo-treino, sem a preocupação brasileira de aumentar um resultado já acachapante.

O 7 a 0 é a maior goleada da seleção desde 2012, quando a equipe treinada por Mano Menezes bateu a China por 8 a 0, e fecha a preparação de Tite visando voltar a vencer uma Copa América com chave de ouro para esquecer também os 7 gols sofridos na Copa do Mundo no Brasil, para a inesquecível Alemanha.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com