Últimas
  Milhares de brasileiros acionam o Procon contra a Eletrobras // Ambulantes voltam a ocupar ruas do centro // Lula previu sua prisão na primeira campanha presidencial // MP denuncia esquema de propina na PM do Piauí // Governo manda servidor se virar sobre empréstimos //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Mais uma copa do mundo decepcionante para o Brasil

Mesmo "bichada", Marta ainda conseguiu ser festaque

Acabou-se o que era doce. A seleção feminina de futebol, mais uma vez se despede de uma copa do mundo sem ao menos chegar perto da taça. Desta vez, a derrota foi para a França, que despachou a melhor do mundo Marta e algumas outras cansadas e “bichadas”.

Seguindo a máxima de que “andorinha só não faz verão”, Marta. Apesar de se esforçar para não decepcionar mais uma vez, Marta não jogou bem e isso refletiu nas demais jogadoras, que demonstraram esforço, mas não determinação tática e técnica sob o comando do fraquíssimo técnico Vadão.

Frase para estimular

"O Brasil foi forte, lutou, mas acabou sendo eliminado pela anfitriã e favorita França na Copa do Mundo de futebol feminino. Diante do estádio Océane lotado, em Havre, as donas da casa venceram por 2 a 1, marcando um gol na prorrogação, ontem, (23).

A atacante Gauvin abriu o placar no segundo tempo, mas a seleção brasileira empatou com Thaisa. Já no segundo tempo da prorrogação, a meia Henry fez o gol que eliminou o Brasil.

Nas quartas de final, o adversário da França sairá do vencedor de Estados Unidos e Espanha, que jogam nesta segunda-feira (24). O duelo das quartas será na sexta-feira (28), às 16h, no Parc des Princes, em Paris.

No primeiro tempo, as francesas tiveram um gol anulado pelo VAR, após a dividida da atacante Gauvin com a goleira Bárbara. Mas as seleções foram zeradas para o intervalo.

Na etapa final, a França voltou melhor e abriu o placar com Gauvin depois de grande jogada individual de Diani, que cruzou na medida para a atacante empurrar para as redes.


Gauvin foi a carrasca da seleção feminina, mandando-a mais cedo para casa

O gol de empate brasileiro teve novamente o VAR 'jogando' a favor da seleção. A ponta Debinha cruzou e Thaisa chutou rasteiro. A assistente marcou impedimento, mas a arbitragem de vídeo validou o lance depois de um minuto.

O olhar até era de frustração, por ter chegado tão perto. Por ter sofrido gol no fim do jogo. Mas Marta não deixou apenas a tristeza e as lágrimas tomarem espaço em Le Havre. A camisa 10 da seleção lamentou eliminação do Brasil para França, neste domingo, pela Copa do Mundo Feminina. A seis vezes melhor do mundo parabenizou a garra da Seleção contra as favoritas anfitriãs.

Desabafo de Marta

- A gente deu o nosso melhor. Todas deram seu máximo. Foi um grande jogo. Já esperávamos tudo isso. Torcida contra e tantas coisas mais. Porém a gente fez um grande trabalho. Não conseguimos a vitória. A equipe delas foi melhor na definição. Agora é seguir em frente. Cabeça erguida. Muito orgulho dessa equipe - afirmou Marta.

Perguntada sobre o momento especial que o futebol feminino vive com a Copa do Mundo, Marta se emocionou e deu um recado para a nova geração de jogadoras brasileiras. O certo é que apesar dos pesares, esse grupo de jogadoras não têm o mesmo tratamento do selecionado masculino. Nesse país de FDP, os louros da vitória devem partir de cada um de nós nem quem seja com armas na mão.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com