Últimas
  Que vergonha! // Governadores do Nordeste apresentam plano de ação // Dr. Pessoa abocanha mais um partido políticos e é candidato // A celebração da morte // Flávio Dino: Bolsonaro tem postura de conflito //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Bolsonaro manda retirar seu nome da Escola Militar de Parnaíba

Bolsonaro e Mão Santa

Ao saber da confusão para inauguração da Escola Militar com o seu nome, na manhã desta quarta-feira, (14) na cidade de Parnaíba, distante 350 quilômetros da capital, Teresina, o presidente Jair Bolsonaro mandou retirar o seu nome da fachada do prédio para não causar mais problemas entre as autoridades do Piauí, incluindo o governador Wellington Dias, prefeito de Parnaíba, Mão Santa e o presidente do SESC-Fecomércio, Valdeci Cavalcante.

Como o prédio que abrigou, por várias décadas, escolas públicas e estava praticamente abandonado, o prefeito Mão Santa e o empresário Valdeci Cavalcante resolveram homenagear o presidente Bolsonaro, colocando o seu nome no que será agora a Escola Militar de Parnaíba, voltada para o ensino militar da região.

Ao saber do arranca rabo entre estas autoridades, Bolsonaro resolveu não ir ao local para a inauguração e ainda mandou retirar o seu nome da fachada do prédio, o que causou indignação àqueles que tentavam puxar o seu “saco”. Mesmo sem ser convidado, o governador Wellington Dias garantiu presença no evento, dizendo que é seu dever como governador, ir à solenidade.

Nem mesmo o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), foi convidado para o acontecimento. O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), que se encontra de Brasília, foi convidado por Bolsonaro e viajará no avião presidencial até Parnaíba.

O desembarque está previsto para 9h, no Aeroporto Internacional de Parnaíba Prefeito Dr. João Silva Filho. Lá mesmo o presidente embarca em um helicóptero que irá sobrevoar a obra dos Tabuleiros Litorâneos. O presidente deve anunciar cerca de R$ 46 milhões para a obra".

A agenda não confirmada prevê ainda a participação de Bolsonaro em solenidade cívica em homenagem aos 175 anos de Parnaíba e na entrega do Colégio Militar do Sesc, que levará o nome do presidente. A assessoria de Bolsonaro garante que ao retornar do sobrevoo aos Tabuleiros Litorâneos, o presidente retorna à Brasília.

A expectativa é de que estarão em Parnaíba, caravanas de vários municípios do Piauí, pagas com dinheiro publico e de partidos aliados ao do presidente. A comitiva, da qual fará parte a primeira-dama Michelle Bolsonaro e quatro ministros, ficará pouco tempo em solo piauiense.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com