Últimas
  Prefeitos do Piauí usam dinheiro público e ficam sem o FPM // PT não tem candidato e vai se contentar com "laranja" // Esse timeco envergonha o torcedor brasileiro // Turistas perdem final de semana com praias sujas de óleo no Piauí // Segurados do IASPI são humilhados na consulta //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
STF apodrece e transforma o Brasil em carniça



Ainda não é um 7 x 1 — placar que, desde aquele fatídico Brasil e Alemanha na Copa do Mundo de 2014, virou sinônimo de grandes derrotas tipicamente brasileiras. Mas o placar parcial de 4 x 3 já indica que o Supremo Tribunal Federal deverá impedir as prisões de condenados em segunda instância.

É um escárnio

A apuração explica do que se trata: já é possível concluir que um dos mais importantes instrumentos de combate à corrupção do país será derrubado pela corte. Foi com a prisão imediata após o veredicto em segunda instância autorizada pelo mesmo STF em 2016 que a Operação Lava Jato pôde se tornar um dos maiores exemplos de combate à corrupção do mundo.

Corruptos e corruptores poderosos passaram a ir para a cadeia. Outros, por temer a possibilidade, concordaram em fazer delações premiadas sem as quais talvez jamais o país conheceria as profundezas de esquemas bilionários montados para saquear dinheiro público.

Muitos desses esquemas estavam blindados graças, exatamente, à cultura de impunidade patrocinada pelo Judiciário. Com dinheiro em mãos, os envolvidos podiam contratar os criminalistas mais caros do país que, com acesso direto às cortes superiores, conseguiam adiar condenações indefinidamente. Com o novo entendimento do Supremo (…), o velho status muito provavelmente será retomado…

Se a mudança de jurisprudência se confirmar no STF, 38 condenados pela Lava Jato que cumprem pena em regime aberto, fechado ou usam tornozeleira eletrônica ganharão liberdade, sem nenhum constrangimento.

Irão para a rua: Eduardo Cunha, José Dirceu e, é claro, Lula. Lula, Lula, Lula…

O Brasil parece fadado a voltar ao passado.

Mais um 7x 1. E o derrotado pode não ser apenas o combate à corrupção. O passado do Brasil ameaça ainda os avanços econômicos recentes — e os que estão em construção pelo atual governo.

Isso pode incluir reforma da Previdência, privatizações, responsabilidade fiscal, redução do estado etc. Ciente de que está prestes a deixar a prisão, o ex-presidente já traça as diretrizes para liderar a oposição a partir de sua saída.

Em recente conversa com correligionários, disse que pretende comandar o campo político adversário do presidente Jair Bolsonaro tendo por foco o desemprego e a política econômica liberal que, segundo ele, ameaça “a soberania nacional”…

É o mesmo discurso carcomido e atrasado, mas que, infelizmente, ainda deve encontrar eco em parte da sociedade. Lula na rua já é bem mais do que uma hipótese remota agora. É quase uma certeza. É o passado rondando um país para arrastá-lo para o passado novamente.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com