Últimas
  Aberta a temporada de mortes nas estradas durante o carnaval 2020 // O abre e fecha durante o carnval 2020 em Te3resina // Senador Cid Gomes escapa da morte ao sofrer um tiro // Justiça manda soltar Correia Lima após 20 anos na cadeia // Bolsonro prova mais uma vez que é despreparado para o cargo //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Bolsonaro promete aumentar mais R$ 6 no salário mínimo

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou hoje que o salário-mínimo em 2020 pode passar dos R$ 1.039 para R$ 1.045. Segundo ele, isso depende de uma decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Bolsonaro está reunido na tarde de hoje com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o tema será discutido entre os dois, segundo Waldery. Para reajustar o valor do mínimo em 2020, o Executivo considerou uma inflação mais baixa (3,86%) do que o percentual que foi anunciado oficialmente na última semana (4,48%). Pela projeção inicial, o salário mínimo passou de R$ 998 para R$ 1.039.

Waldery ressaltou que o aumento de R$ 6 no valor do salário-mínimo terá um impacto de R$ 2,13 bilhões nas contas públicas. Para cada R$ 1 de aumento no piso salarial, o impacto para os cofres públicos é de R$ 355 milhões.

VEJA O QUE DISSE O PRESIDENTE

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que há espaço para reajustar o salário mínimo de forma a recompor a inflação do ano passado. O presidente, que irá se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na tarde desta terça, defendeu que o reajuste leve em conta a variação dos preços no ano passado, apesar do impacto nas contas públicas.

No último dia de 2019, o presidente assinou medida provisória estabelecendo o salário mínimo em 1.039,00 reais para 2020, um reajuste de 4,1%. No entanto, a inflação do ano passado medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) foi de 4,48%, segundo divulgado pelo IBGE no início de janeiro.

O governo estima que para cada aumento de 1 real no salário mínimo as despesas com benefícios da Previdência, abono e seguro desemprego e benefícios de prestação continuada da Lei Orgânica de Assistência Social e da Renda Mensal Vitalícia se elevam em 2020 em aproximadamente 355,5 milhões de reais.

Portaria do Ministério da Economia publicada no Diário Oficial nesta terça-feira já estabeleceu aumento de 4,48% nos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com