Últimas
  STJ suspende farra do dinheiro público a magistrados do Piauí // Ata Notarial de usucapião Extrajudicial em Favor do Sr. Ronaldo Alves da Silva // Acaba greve e ônibus voltam a circular em Teresina // Ciro diz que governador o mandou para a oposição // Governador vai exonerar todos os agregados de Ciro //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Bancos vão trabalhar pela metade em todo o país



Segundo a Febraban, atividade bancária é considerada serviço essencial e por isso não pode ser interrompida. Cumprindo orientação do Banco Central, os bancos deverão, pontualmente e por períodos limitados de tempo, alterar horários de atendimento ou suspender serviços em agências selecionadas.

"Os clientes serão informados adequadamente pelos canais de comunicação de cada banco. O setor se compromete a assegurar a prestação de serviços essenciais", afirma a nota. Nesta segunda (23), o Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e região, se reuniu com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), braço sindical da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), cobrando que o atendimento ao público fosse limitado a serviços essenciais e houvesse redução de funcionários nas agências.

"Na próxima quarta 25, tem o pagamento dos aposentados, dia que tradicionalmente é um dos mais movimentados nas agências. A omissão do governo em meio à pandemia acarreta em muitos prejuízos para a saúde da população e controle do avanço dos casos, entre eles agências bancárias lotadas durante toda a semana", diz a presidente do sindicato, Ivone Silva.

"As pessoas ainda não se conscientizaram que o momento é de se isolar, de ficar em casa. Assim, cobramos que o atendimento bancário seja limitado apenas aos serviços extremamente necessários, com contigenciamento de pessoas nas unidades. Além disso, também reivindicamos o fim da cobrança de metas e das demissões enquanto perdurar essa crise", afirma.

Entre as atividades bancárias consideradas essenciais estão: compensação bancária, redes de cartões de débito e crédito, autoatendimento e outros serviços não presenciais.

O Sindicato dos Bancários de Mogi das Cruzes e Região, que abrange ainda os municípios de Suzano, Poá, Biritiba Mirim e Salesópolis, na Grande SP, esclarece que algumas agências vão fechar para prevenir o avanço do novo coronavírus.

Segundo o presidente do sindicato, Clayton Teixeira Pereira, a orientação é contingenciar o atendimento para conter as aglomerações. Para isso, a recomendação é que os clientes façam uso de aplicativos para ter acesso aos serviços bancários.

"Vamos interromper temporariamente o atendimento nos bancos que possuem mais de uma agência. Nas unidades que ficarem abertas o acesso será controlado. Poderão entrar dois clientes por vez", diz.

De acordo com o Sindicato de Mogi, as medidas foram tomadas após várias cobranças feitas à Fenaban. Depois de muita pressão, os bancos permitiram o trabalho home office.
Também ficou estipulado que a Fenaban deverá reforçar a cobrança pela higiene e limpeza em todos os locais de trabalho, conforme orientação do Ministério da Saúde, e fazer orientações aos funcionários, principalmente os que estão no grupo de risco.

De acordo com a Febraban, o cliente pode acessar sua conta-corrente ou poupança por meio de aplicativos de celular do seu banco e pelo Internet Banking, com segurança, para fazer pagamento de contas e transferências financeiras, consultar saldos e extratos, agendar pagamentos e contratar de serviços e empréstimos, entre outros serviços.

"Ao evitar voluntariamente ir às agências bancárias, todos colaborarão para que os bancos possam priorizar o atendimento aos grupos mais vulneráveis, protegendo todos, inclusive os bancários, com a redução do fluxo de pessoas necessária aos esforços contra a disseminação do vírus Covid-19", afirma a Febraban em nota.

A Febraban esclarece que criou uma cartilha com informações sobre o uso dos canais digitais dos bancos.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com