Últimas
  ECA 30 anos: 32 crianças assassinadas por dia no Brasil // Ex-deputado Juraci Leite morre vítima da covid-19 // Ministro da Defesa diz que Gilmar Mendes é irresponsável e leviano // O que abre e fecha neste final de semana na capital // Abandonadas e sucateadas, delegacias não atendem //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Prefeito Firmino manda parar serviço de ônbus



Um dia após Teresina registrar o menor índice de isolamento social desde o início da quarentena, por conta da pandemia do novo coronavírus, o prefeito Firmino Filho anunciou que vai “fechar” o serviço de transporte coletivo na capital. A partir da próxima semana, só terão acesso aos ônibus as pessoas que precisam trabalhar nos serviços essenciais.

“Vamos ter que fechar o transporte coletivo da cidade, local em que, comprovadamente, é o maior foco de transmissão do novo coronavírus na cidade, fora os hospitais. Medida dura, que relutei demais. Mas não tive escolha e não terei todas as vezes que for preciso”, diz o prefeito na publicação do Twitter em que informa da decisão.

O controle de usuários, avisa Firmino, será feito pela Strans. A liberação de vales-transportes será autorizada apenas para as empresas que prestam esse tipo de serviço.

Nas publicações, ele rebateu ainda questionamentos sobre o caso das empregadas domésticas, que dependem do transporte público. “Muita gente me pergunta sobre as empregadas domésticas que precisam pegar transporte coletivo diariamente. Gente, doméstica precisa estar em casa também. A Claudia, que trabalha com a gente, está em casa desde o começo da quarentena”, explica.

Só ontem, Teresina contabilizou 60 novos casos de Covid-19. Ao todo, 383 teresinenses já foram contagiados pelo vírus e onze morreram. Números que preocupam, pelo acelerado crescimento nos últimos dias. 

Firmino sustenta que a situação na cidade é sim preocupante, e alerta que o descumprimento do isolamento pode levar a situação mais radical, como em São Luís (MA), onde a justiça decretou lockdown, maior restrição possível para o combate ao coronavírus, que suspende todas as atividades não essenciais, e impede o trânsito de pessoas e veículos, exceto em caso de deslocamento para compra de alimentos e medicamentos. 

“Vamos viver os dias que venho alertando desde o começo. Parem de achar que Teresina será diferente de todo o mundo. Essa vaidade não faz bem. Vejam São Luís, onde foi decretado lockdown? Isso é bem pior que essa quarentena que vivemos”, ressalta.

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com