Últimas
  Filho de Bolsonaro é o editor de fake news na Internet // O Papa em Teresina: "O povo ainda passa fome" // Estranho // Inscritos em curso do IFPI acham que houve maracutaia em sorteio // Povo não cumpre decreto do governo e vai às ruas //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Ainda bem que é só interino da Saúde e já pode cair



O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, fez pronunciamento online na Assembleia Mundial da Saúde da OMS (Organização Mundial da Saúde). Na participação, de acordo com a Folha de S. Paulo, ele omitiu a gravidade da crise enfrentada no Brasil e as tentativas do governo de mudança no protocolo de uso da cloroquina nos pacientes da Covid-19. 

Nos dois minutos que teve para explicar as estratégias do Brasil de combate ao coronavírus, Pazuello citou o diálogo entre os três níveis de governo, ajuda às regiões Norte e Nordeste do país e o ajuste de protocolos do Ministério da Saúde "baseado em evidências", sem citar a intenção da pasta de ampliar o uso da cloroquina.

A matéria destaca que o Brasil tornou-se o quarto país com mais casos no fim de semana ao ultrapassar Itália e Espanha. E que após a saída de Nelson Teich, anunciada na última sexta-feira (15), o Ministério da Saúde passou a elaborar um novo protocolo para uso da cloroquina também em pacientes com quadro leve pelo novo coronavírus, mesmo sem evidências científicas que apontem eficácia e na contramão de estudos recentes. Atualmente, o protocolo adotado pela pasta prevê o uso do medicamento apenas em pacientes graves.

No discurso o general Pazuello disse que “o governo federal acessa diariamente a situação dos riscos e apoia cidades e estados com os recursos necessários para reduzir os efeitos da pandemia”.

A respeito da maneira como o Brasil vem combatendo a pandemia, Pazuello citou “duas estruturas: o comitê de crise, coordenado pela Presidência, e o comitê de emergência operacional, coordenado pelo Ministério da Saúde”.

O minisro interino apontou como “missões” de cada estrutura “monitorar e coordenar medidas interministeriais” e “definir estratégias e ações relacionadas com essa emergência de saúde pública”.

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com