Últimas
  Povo não cumpre decreto e vai às ruas com comércio lotado // Aplausos e vaias marcam enterro de Assis Carvalho // Sem garantias, motoristas de ônibus continuam a greve // José Olímpio comenta o jornalismo mercenário e a repressão no Piauí // Ataque cardíaco mata deputado Assis Carvalho em Oeiras //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Governo promete 14º a aposentados do INSS



A compreensão da complexidade do momento que vive o país e a união de todos serão fundamentais para superar essa situação difícil. A coisa não está fácil pra ninguém, muito menos para aposentados, BPCs e pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social).

Pressionados e angustiados com a situação, muitos beneficiários do INSS não sabem o que fazer. “Esse mês tive que escolher o que pagar com meu salário, entre elas as contas de energia e água”. A declaração é de Joana Souza, aposentada com um salário minimo, retrata a situação de muitos aposentados que enfrentam a dura realidade de não saber quando a crise vai chegar ao fim.

Foi pensando em socorrer essas pessoas que uma nova proposta foi apresentada ao Senado Federal. Um projeto cria um abono extra (décimo quarto salário), a ser pago às pessoas que recebem o BPC, aposentadorias e pensões pagas pelo INSS. Mas alguns regras para ter acesso a grana extra terão que ser obedecidas. Confira!

>Proposta quer pagar abono salarial em dobro ao BPC do INSS e Bolsa-Família

Quem terá direito a grana

A proposta foi apresentada por Jerffeson Brandão ao Senado, por meio da ferramenta Ideia Legislativa. A nova proposta cria uma Abono Extra de R$ 2.000 a ser pago até o final deste ano aos aposentados, BPC e pensionistas do INSS. Terão direito ao recebimento da ajuda financeira os beneficiários que ganham até 3 salários mínimos.

>Aposentados e pensionistas do INSS não vão pagar empréstimos por 4 meses, aprova Senado

Para Jerffeson, essa medida, além de ser extremamente importante para os beneficiários do INSS, é relevante para a economia do país. “Na minha avaliação, é importante exigir um esforço do governo e do INSS para garantir acesso a direitos e garantias fundamentais aos segurados e seus familiares nesse momento de crise. O dinheiro será essencial para prover gastos com saúde e alimentação”, pontuou.

O que a proposta precisa para ser aprovada e debatida no Senado?

Para seguir em frente no Senado, a proposição que cria Abono Extra de R$2.000 para aposentados e pensionistas do INSS precisa atingir 20 mil votos de apoio online. A votação é gratuita e qualquer pessoa pode votar gratuitamente no site e-Cidadania. Para votar e apoiar a Ideia Legislativa, basta clicar aqui.

>INSS dá mais 60 dias de prazo de procedimentos para evitar bloqueio de aposentados e pensionistas

O que dizem os especialistas sobre a Proposta?

Especialistas consultados pelo INFORME BRASIL avaliam que a criação do Abono Extra de R$2.000 pode sim ser aprovado pelo Senado. A proposta é vista como positiva, tendo em vista que os aposentados, BPCs e pensionistas não tiveram nenhum auxílio efetivo para enfrentar a crise. Mais de 20 milhões de beneficiários do INSS podem ser beneficiados caso a proposta seja aceita pelo Senado.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com