Últimas
  Filha de Flordelis admite querer matar padastro // Mentir // Dr. Pessoa recua de criar a Secretaria da Segurança // Cerca de 4 milhões de alunos abandonaram os estudos // Fora da cadeia, Lula trama retomada do poder com comunistas //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
Aposta arriscada

Muito se falou nos benefícios do auxílio emergencial, principalmente sobre a manutenção das pessoas acima da famosa “linha da pobreza” evitando-se assim um caos maior em todo o país e eu concordo com o que foi feito.

Entendo que a atitude do governo foi acertada, pois evitou o caos maior do que o esperado pelos governadores ditadores, estes revelados durante o período de instabilidade emocional das pessoas diante dessa “pandemia”.

Foi muito bom mesmo, mas partindo do mesmo princípio do programa Bolsa Família, que não pode ser eterno, pois como já dizia a letra da música “Vozes da Seca”, de Luis Gonzaga, que diz “Mas doutor, uma esmola a um homem que é são, Ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão” e é isso que poderemos ter.

Funcionários faltando ao trabalho sem explicações plausíveis, simplesmente para curtir os feriados estendidos, foi só o que aconteceu neste fim de ano, com direito a publicação nas redes sociais e gozação com aqueles que tiveram que se desdobrar para cumprir as suas tarefas e a dos “ausentes”.

Espero que este governo que é tão sério, que trata os problemas buscando soluções, conclui as obras de outros governos, observe o que poderá fazer com esses jovens recém absorvidos pelo mercado de trabalho, pois o que tem de gente despreocupada com as responsabilidades recebidas, torcendo até para ser demitido e ficar “pendurado” no auxílio emergencial, é uma festa.

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com