Últimas
  Wellington Dias reage às declarações de Firmino // PRF abusa e humilha motoristas nas estradas durante o carnaval // Quem são as vítimas do acidente em Campo Maior // PRF registra maior número de acidentes na rodovia BR-343 // Aberta a temporada de mortes nas estradas durante o carnaval 2020 //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 

Jornalistas do Piauí são intimidados
por noticiarem a verdade sobre abusos


Os chamados “poderosos” daqui e alhures encontraram uma forma simples e barata de tentar calar a imprensa e seus jornalistas: acionando a polícia através de métodos escusos e fascistas ultrapassados totalmente inconstitucionais.

A qualquer notícia que acharem verdadeiras e contra os seus interesses, logo chegam às portas dos distritos policiais para registrar boletim de ocorrência contra jornais e jornalistas como forma de opressão e poder.

E os seus titulares de plantão, os chamados delegados, muitos deles sem a mínima habilidade profissional para o desempenho das suas funções, embarcam na onda do estrelismo e obedecem aos “senhores” de mandato político, ou qualquer outro cargo de destaque e cumprem fielmente o que querem e ordenam, sem se importarem com as consequências da subserviência.

Dezenas de jornalistas do Piauí vivem momentos de aflição sob o jugo de “autoridades” que não aceitam a verdade dos fatos quando noticiados. A imprensa tem apenas o sagrado direito de noticiar os fatos, doa a quem doer.

O jornalista tem por direito constitucional, guardar o segredo da sua fonte e não revelar sob hipótese nenhuma. O constrangimento causado por setores da polícia civil, militar e da justiça estão a serviço de quem? A imprensa é livre e vai permanecer livre mesmo que estes não queiram.

Um dos pilares do Estado democrático de direito é uma imprensa livre, independente e combativa. Não é à toa que, sistematicamente, vê-se a imprensa ser demonizada por governos com tendências autoritárias irrefreáveis – mesmo quando chegam ao poder pela via democrática -, elegendo o jornalismo e jornalistas como os inimigos públicos número um, aqueles que trabalham para desorientar um país, seja ele de qual latitude for.

Basta publicar algo que não interessa aos poderosos de plantão. “Toda imprensa é oposição, o resto é armazém de secos e molhados”, ensinou Millôr Fernandes. Mas muita gente não pensa assim. E ataca o mensageiro. Vamos reagir.

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com