Últimas
  As investidas do PT contra o governo de Bolsonaro continuam // Equatorial vai parcelar dívida no cartão de crédito // Prefeito fujão já está preso e vai pagar pelo roubo // Patrimônio dos candidatos a prefeito agita cobradores // Rio da malandragem oficial //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
Governo Wellington Dias consegue sucatear o HGV

Gilberto Albuquerque vive momentos de desilusão

A irresponsabilidade da atual administração estadual, sob as ordens do PT, conseguiu sucatear mais um órgão público no Piauí. Trata-se do maior hospital do Estado, o Getúlio Vargas. Lá, falta tudo, inclusive nada. Diante dos fatos, o diretor geral do HGV, médico Gilberto Albuquerque, que não quis receber a reportagem, disse que poderá deixar o cargo se não houver uma posição urgente do governo.

Por conta do descaso, o Ministério Público (MP) realizou uma visita ao Hospital Getúlio Vargas, em Teresina, nesta quarta-feira (6) para verificar a suspensão de transplantes renais e a denúncia de problemas na estrutura do local. De acordo com o promotor Eny Marcos Pontes, há falta de materiais e medicamentos na unidade de saúde.

“É gritante. O estoque está no nível crítico e consequentemente o serviço fica prejudicado. Há um mês que diariamente estamos recebendo denúncias de pacientes dizendo que estavam prontos para fazer cirurgia e não fizeram por falta de insumos. Isso é desumano e nós não aceitamos", informou o promotor.

O promotor disse que o MP vai tomar as medidas cabíveis. Os transplantes estariam suspensos desde março. Além disso, pacientes renais denunciam a falta de material para hemodiálise, mas a direção do HGV disse que os materiais para realização do procedimento já foram providenciados.


Hospital Getúlio Vartgas vive momentos de sucateamento e abandono

Volta dos transplantes

O diretor do HGV, Gilberto Albuquerque, informou que os transplantes foram suspensos por conta de pendências e que esses obstáculos já foram resolvidos. “Tivemos problemas com os imunossupressores, o líquido de conservação e com a biopsia”, relatou. No entanto, o diretor disse que os transplantes voltaram a ser realizados. “Essas três dificuldades nós já sanamos. Já retomamos o transplante intervivos e temos três pacientes agendados para essas próximas semanas", disse Gilberto Albuquerque.

Problemas na estrutura

Um vídeo enviado por um telespectador mostra a falta de estrutura da unidade de saúde. O denunciante mostra que não há álcool em gel para higienização das mãos e que o local, segundo ele, não é climatizado. "Muito calor, sem as mínimas condições para os pacientes", afirma.

O vídeo mostra o setor de cirurgia, onde os pacientes aguardam transferência para outro setor. Nas imagens é possível ver uma cadeira com material desgastado e um carrinho com lixo no corredor do hospital.

A direção do HGV comunicou que algumas alas do hospital foram reformadas e disse que o hospital continua em reforma. A climatização de toda a unidade de saúde está em andamento. "A previsão é que até fevereiro, no máximo, o hospital esteja 100% climatizado", disse Fernando Dantas, diretor administrativo do HGV.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com