Últimas
  Sem segurança, Karnak é pichado por vândalos // Wellington Dias autoriza compra da cloriquina para o Piauí // Justiça bloqueia fundo partidário para combater pandemia // No Piauí, multa para quem descumprir o isolamento // Morre Myrian Portella, a 1ᵊ deputada federal do Piauí //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Governador está indeciso se pára serviços no Piauí

Governador conversa com o secretário da Saúde

O governador Wellington Dias (PT) vai reunir, na próxima segunda-feira (30/03), os membros do comitê de organização emergencial de combate ao coronavírus no Piauí, para tratar sobre o decreto de calamidade que está em vigor no estado, suspendendo atividades em diversos setores.

A agenda será ampliada, com participação dos municípios, do setor privado, da Vigilância Sanitária e de técnicos na área da saúde.

— O objetivo é garantir que a gente tenha uma orientação para a tomada de decisão sobre o decreto, que tem prazo até terça-feira. Vamos ter que tomar uma decisão se é possível, se mantém a renovação do decreto da forma como está, se é possível a liberação de algum setor, ou se é preciso restringir outro. Com base no que vai acontecer até domingo, nós vamos ter que, na segunda, fazer essa avaliação e tomar uma decisão — comentou Dias em entrevista com jornalistas, no início da tarde desta quinta-feira (26), por meio de videoconferência. 

Reavaliação dos setores em funcionamento

Em relação ao comércio, o governador Wellington disse que a situação será tratada de forma cuidadosa. Ele explica que a decisão será tomada com base em informações técnicas da área da saúde, considerando a incidência de Covid-19 no estado e a evolução destes casos.

— O lado importante é que está dando mais baixo do que a gente previu. Hoje, a gente tem uma situação de razoável conforto. É claro que não podemos ficar de sapato alto, temos que ser cuidadosos — pondera.

Wellington justifica que hospitais, farmácias, bancos e supermercados continuam funcionando por terem como garantir condições de proteção individual e higiene, como máscaras, luvas e álcool em gel. Situação que nem todos poderiam cumprir de início. Porém, o estado tem incentivado a produção de EPIs, e admite ampliar a quantidade de áreas que podem funcionar, mas o fará de forma gradativa.

— Vamos avaliar, assim como há áreas que podem trabalhar com medidas protetivas, ampliar o número de áreas que podem funcionar (...) Também tenho muita ansiedade para alcançarmos um estágio em que possamos retomar à normalidade, mas sei que vai ser gradativamente — conclui. 

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com