Últimas
  STF prejudica aposentado do INSS por falta de senso de ridículo // Wellington Dias quer saber de qual lado ficará Margarete // Religiosos dizem que imagem de santa volta chorar sangue // UESPI falida pede socorro para continuar atuando // Marques é o único no STF que contraria a maioria dos ministros //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
Facção expulsa família de casa e polícia ajuda na muda

Polícia garante ajuda à família fazendo a mudança

Policiais militares precisaram escoltar, no final da manhã desta quinta-feira (13), a família que foi expulsa de casa durante a madrugada por uma facção criminosa na Vila Bom Jardim, região do Promorar, zona Sul de Teresina. O casal e a filha de 12 anos foram ao imóvel para retirar os pertences e documentos que restaram após, pelo menos, 15 homens invadirem o local durante a madrugada.

Com medo de represálias, a família resolveu deixar a casa em definitivo e se mudar para o interior do Estado.

Uma briga de vizinhos e uma suposta acusação de furto teria motivado a ação dos membros da facção que atua na região, que foram ao local aplicar uma espécie de disciplina do 'Tribunal do Crime'.

A acusação é negada pela família, que mora há quatro anos no imóvel e diz que essa é a primeira vez que tem conflitos.

"É dor demais no coração, a gente estar no trabalho todo santo dia e acontece uma coisa dessa comigo. Até minhas compras levaram tudo. Só deixaram água na geladeira", desabafou o servente de pedreiro, Francisco Pereira da Silva.

Foto: Tiago Melo/TV Cidade Verde

A família deixou para trás móveis e eletrodomésticos, como fogão e geladeira, mas não pretende voltar ao local temendo pela própria vida.

"Eu prefiro a minha vida, porque as coisas Deus me dá força e eu consigo outras", disse o servente de pedreiro.

A Polícia Militar diz que a situação vivenciada na Vila Bom Jardim  é comum nas áreas dominadas por facções criminosas. "Eles julgam, condenam e dão a decisão que acham conveniente", destacou o capitão Fernando Lima, da Companhia Independente do Promorar.

A Secretaria de Segurança Pública determinou que o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) apure a situação relacionada à família expulsa de casa na Vila Bom Jardim.

O secretário de Segurança, coronel Rubens Pereira, também informou que operações estão sendo planejadas para a região, com objetivo de identificar os supostos membros das organizações criminosas.

"Queremos, objetivamente, transmitir para a população que a ordem é feita pelo estado, através do seu sistema de segurança pública. Não é a população, com as próprias mãos, que vai fazer justiça", disse o secretário.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 9936-5070 ou pelos E-mail:
vilsonsanttos@bol.com.br