Últimas
  STF prejudica aposentado do INSS por falta de senso de ridículo // Wellington Dias quer saber de qual lado ficará Margarete // Religiosos dizem que imagem de santa volta chorar sangue // UESPI falida pede socorro para continuar atuando // Marques é o único no STF que contraria a maioria dos ministros //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
Vereador desiste de focinheira e arquiva projeto na Câmara

Vereador Venâncio diz não ter vergonha do seu projeto

O vereador Venâncio Cardoso (PSDB) afirmou, nesta sexta-feira (04), que desistiu do projeto de lei que tratava sobre o uso obrigatório de focinheira em cães de grande porte. A ideia, inicialmente, era usar o acessório nos animais em vias públicas de Teresina. Desde que foi anunciado, o projeto causou revolta em protetores de animais e donos de cachorros.

Em postagem nas redes sociais, Vênancio relatou que decidiu arquivar o Projeto de Lei Nº115/21. “Desde que a ideia foi anunciada, um debate profundo se instaurou nas redes sociais, fato que acompanhei de perto.

Compreendo todas as posições e respeito as opiniões diversas, por isso tomamos essa decisão. Acredito que a democracia se fortalece quando o povo participa ativamente”, escreveu o vereador.

Venâncio Cardoso pontuou ainda que a decisão em arquivar o PL não ocorreu em virtude de ‘pressão’. O parlamentar citou que quem ocupa um cargo público representativo “precisa saber lidar com essas questões”.

“Faço por saber que sou representante do povo, a quem presto serviço. Não sinto vergonha em arquivar este PL, pois tenho muito trabalho proporcionado ao povo de Teresina. O posto da Guarda Municipal na Ponte Estaiada como ponto de apoio e segurança a nossa gente foi uma conquista do nosso mandato. Assim como o Procon Teresina, a Lei da Comanda Individual, entre outros”, destacou.

Ainda no texto, o vereador ressaltou que seu gabinete sempre estará de portas abertas para ouvir ideias e necessidades do povo. “É minha função ouvir, compreender e fazer corretamente meu papel social na Câmara Municipal de Teresina”, finalizou.

Decisão foi comemorada

Nas redes sociais, seguidores comemoraram a decisão de Venâncio Cardoso em desistir do projeto de lei. Os internautas sugeriram ao parlamentar a criação de projetos sobre castração gratuita de cães e gatos. “Ideias a serem discutidas e colocadas em prática: Castração solidária... Abrigos para animais que estão na rua e locais para recreação de pets”, escreveu uma seguidora.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 9936-5070 ou pelos E-mail:
vilsonsanttos@bol.com.br