Últimas
  Bolsonaro afrouxa as rédeas sobre golpe nas eleições // Câmara quer demitir os servidores sem ocupação em todo o país // Capitão que matou Camila Abreu pega 17 anos de cadeia // Sem condições, prefeito autoriza retorno às aulas em Teresina // Agora é vez do vice Mourão passear depois do Bolsonaro //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
Justiça vai punir bancos por maus tratos aos clientes

Os maus tratos nas filas dos bancos podem acabar

O Ministério Público do Piauí, através da promotoria de justiça de Corrente, instaurou procedimentos administrativos contra a agências da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil para a apuração da prática de infrações administrativas às normas de defesa do consumidor.

Apesar do problemas se estender por praticamente todas as agências no Piauí, essa é uma das primeiras ações para coibir a prática de desrespeito ao consumidor, ao constrange-lo no atendimento precário.

Em Corrente, cidade a 840 quilômetros da capital, Teresina, verificou-se que as agências descumprem uma lei municipal não proporcionando o atendimento aos consumidores em tempo razoável.

"Os serviços bancários se inserem no âmbito das relações de consumo, sujeitos à Lei 8.078/90 - Código de Defesa do Consumidor, devendo os serviços, pois, serem prestados de forma adequada e eficaz, que se inserem entre os direitos básicos assegurados aos consumidores", cita a portaria.

"O descumprimento da Lei Municipal citada gera uma má qualidade na prestação dos serviços bancários, especialmente no que tange à demora no atendimento, o demasiado tempo de espera imposto aos usuários, atingindo de forma mais grave os cidadãos, gestantes, idosos, deficientes físicos, entre outros", completa.

A promotora Gilvânia Alves Viana determinou uma série de ações para apuração dos casos, assegurado o contraditório e ampla defesa, ocasião que poderá manifestar o interesse em firmar Termo de Transação Administrativa (TTA), a fim de buscar uma solução amigável e célere do conflito, e a suspensão do procedimento administrativo.

O desrespeito aos consumidores e clientes dos bancos citados, tratados à revelia do que exige a defesa do consumidor, é visto nas portas das agências bancárias, principalmente nos dias de pagamento de salários, principalmente aos aposentados do INSS e do Bolsa Família.

Com a pandemia da Covid 19, estes clientes são relegados o sol, chuva e ao calor escaldante do lado de fora dos citados bancos. Não há respeito e consideração por parte dos gerentes e funcionários arrogantes dos bancos. Mesmo buscando cumprir as medidas de isolamento social, agências bancárias têm deixado idosos enfrentar fila debaixo de sol para serem atendidos. Clientes relatam espera de mais de três horas, do lado de fora das unidades 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 9936-5070 ou pelos E-mail:
vilsonsanttos@bol.com.br